FecharX

Festival de Teatro Mínimo marca a reabertura do 'Teatro da Cidade'

Teatro da Cidade

Festival de Teatro Mínimo marca a reabertura do 'Teatro da Cidade'

Evento encerrado
  • Gratuito

Data

14/10 até 24/10

Qui, Sex, Sab, Dom | 20:00 - 21:00


Créditos da imagem: Divulgação
Com programação gratuita, festival vai apresentar nove espetáculos, durante os dias 14 a 24 de outubro, sempre às 20h
Com programação gratuita, festival vai apresentar nove espetáculos, durante os dias 14 a 24 de outubro, sempre às 20h

O Teatro da Cidade, que durante 30 anos levou cultura e diversão para o público da capital mineira, está de volta após um período fechado ao público por conta da pandemia. E a reabertura será marcada pela segunda edição do Festival de Teatro Mínimo, que, durante os dias 14 a 24 de outubro, vai apresentar nove espetáculos gratuitos, sempre às 20h, no tradicional palco do teatro que fica na Rua da Bahia, 1.341, no centro da cidade.

O estabelecimento, que desde sua fundação, em 1991, foi dirigido por Pedro Paulo Cava, agora tem nova administração: assumem a gestão a diretora executiva Tatiane Reis e o diretor artístico Guilherme Colina nessa grande retomada aos palcos. A troca de gestão acontece no momento exato de reaberturas durante a pandemia, com total segurança e seguindo todos os protocolos contra a proliferação da Covid-19, e dará continuidade aos trabalhos do antigo diretor Pedro Paulo Cava, que por 56 anos se dedicou integralmente ao ofício. Assim, o Teatro de Pesquisa, entidade que construiu e mantém o Teatro da Cidade, também ficará sob os cuidados da nova administração.

Desta forma, o Festival de Teatro Mínimo chega para celebrar essa mudança. A segunda edição do evento vai reunir artistas independentes e diversos grupos, coletivos, companhias, além de diretores, autores e cenotécnicos de várias tendências. A ideia é buscar uma maior integração entre as gerações de artistas cênicos profissionais e levar ao público, estudiosos e imprensa uma mostra anual da pluralidade, diversidade e talento dos artistas cênicos belorizontinos.

A abertura do festival será no dia 14/10 (quinta-feira), às 20h, com a apresentação de “O Conselheiro da Favela”, do Platôs Companhia Teatral, seguido de conversa mediada. Este será o espetáculo com maior duração do festival (1h20), já que as apresentações dos dias seguintes serão bem mais curtas, variando de 15 a 30 minutos cada uma. A ideia é compartilhar vivências, experiências e paixões de forma mais objetiva e dinâmica.

Todos os espetáculos têm entrada gratuita, sempre às 20h, com retirada de ingressos no site da Sympla e informações mais detalhadas podem ser obtidas pelo e-mail festivaldeteatrominimo@gmail.com. O Festival de Teatro Mínimo é realizado com recursos de Lei Aldir Blanc, do Governo do Estado de Minas Gerais.

Programação do Festival de Teatro Mínimo

14/10 (quinta-feira) | 20h | Apresentação do Platôs Companhia Teatral seguido de conversa mediada.
Trabalho Cênico: O Conselheiro da Favela
Sinopse: Um andarilho urbano ousa erguer sua voz. Seu estado deplorável o iguala aos muitos esquecidos da sociedade que perambulam espalhados por qualquer grande cidade, mas o que diz ao contar suas histórias o distingue dos comuns marginalizados. Tem consigo uma edição surrada de Os sertões, da qual cita trechos sem consultar, quando também parece pregar como um antigo profeta, ora manso, ora raivoso. Feito um conselheiro, fala de uma “guerra” célebre, a de Canudos, e de seus sobreviventes.
Duração 1h20
Classificação livre

15/10 (sexta-feira)  | 20h | Apresentação do Grupo Confesso seguido de conversa mediada.
Trabalho Cênico: Baú Empoeirado
Sinopse: Mulher troféu – sentenciada à morte – do baú de memórias, suplica pela vida colocada em risco, numa competição masculina, em que o prêmio é seu corpo – até que outra mulher se anuncie.
Duração: 20min.
Classificação: 16 anos

16/10 (sábado) | 20h | Apresentação do Breve Cia. seguido de conversa mediada.
Trabalho Cênico: Cena Curta Uma, Outra
Sinopse: As atrizes contam o que fizeram, do momento em que acordaram até o momento em que chegaram para fazer esta cena. Não precisam seguir uma ordem cronológica dos fatos, desde que seja compreensível e minimamente engraçado. Elas são mulheres que se multiplicam em muitas outras. Elas querem falar de amor, de afeto, de memórias. Elas são mulheres que amam outras mulheres. Elas, mulheres negras, querem falar de amor sem dor. Sem dor?
Duração: 15 min.
Classificação: 12 anos

17/10 (domingo)  | 20h | Apresentação do Pigmalião Escultura que Mexe seguido de conversa mediada.
Trabalho Cênico: O Quadro de uma Família
Sinopse: Certos de serem uma família, os componentes desse quadro posam já automaticamente eternizados. Todas as análises que serão feitas sobre cada um deles tornarão mais clara a sua compreensão. No momento basta observá-los individualmente.
Duração: 15 min.
Classificação: 12 anos

20/10 (quarta-feira) | 20h | Apresentação do Coletivo do Real seguido de conversa mediada.
Trabalho Cênico: hAbitAR
Sinopse: Eles não nasceram ali...Foram trazidos por outras pessoas que talvez não saibam de onde vêm. Ao traçarmos nossos deslocamentos sobre o mundo deixamos linhas invisíveis que podem nos possibilitar lembrar de onde viemos ou querermos apagar com uma borracha. Três pessoas de interiores diferentes se encontram e falam sobre suas linhas-histórias e o que será escrito sobre elas no futuro. Para onde você vai quando não tem para onde ir?
Duração: 15 min.
Classificação: 14 anos

21/10 (quinta-feira)  | 20h | Apresentação do Cia. Quatro Quartos seguido de conversa mediada.
Trabalho Cênico: Horizonte Infinito
Sinopse: Duas irmãs. Uma linha que as separa, cruzando o oceano. Onde existe lar afinal? Universos solitários, mundos particulares, cotidianos que se cruzam. Tão distantes, porém tão próximas… Há ali um ponto de encontro entre as duas. Um entremeio de memórias, sonhos, desejos, saudades, um entremeio de vida. Ali elas se reencontram, ali elas se resgatam.
Duração 20 min
Classificação 10 anos

22/10 (sexta-feira) | 20h | Apresentação do Vertente Corpo Es'passo seguido de conversa mediada.
Trabalho Cênico: Bruto Afeto
Sinopse: Em cena, dois atores se encontram para partilhar seus corpos, suas matérias e histórias fartas de carne. Num jogo construído de lembranças e desencontros com auxílio do público, a narrativa se desenrola. Um açougueiro, um homem de branco e um coração que existe entre os dois. Atores e plateia se tornam cúmplices de uma história ordinária repleta de acontecimentos extraordinários.
Duração: 30 min.
Classificação: 12 anos

23/10 (sábado) | 20h | Apresentação do Coletivo Bacurinhas seguido de conversa mediada.
Trabalho Cênico: “This is a man?”
Sinopse: A cena propõe a performatividade de gênero através da linguagem do Drag King de uma forma bem-humorada, política, poética e crítica. O contexto da encenação trata de situações cotidianas e relações sociais do universo masculino, onde o coletivo propõe uma perspectiva crítica acerca do homem padrão normativo.
Duração: 20 min.
Classificação: 16 anos

24/10 (domingo) | 20h | Apresentação do Cóccix Companhia Teatral seguido de conversa mediada.
Trabalho Cênico: Pedaço de Homem Cercado de Outro por Todos os Lados
Sinopse: Ilha. Confinamento e necessidade criam um perpétuo jogo em que imagens, movimentos, palavras e sons desencadeiam conflitos e situações, em incessante transformação. Homem. Trânsito por diferentes diferentes instâncias instâncias de poder, ora dominador, ora dominado, preso em um conjunto de relações em que se torna criador e refém da sua condição. Homem ilha, cercado de outros por todos os lados.
Duração: 30min.
Classificação: 16 anos

Reportar erro
Encontrou algum erro? Informe para a gente.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com nossa Política de privacidade e nosso Termo de Uso e, ao continuar navegando, você concorda com essas condições.