FecharX

Feriadão com crianças em casa? Confira 5 atividades para brincar em família

Psicóloga recomenda manter a mesma agenda em casa e bloquear um intervalo dedicado à família para brincarem juntos



Créditos da imagem: Freepik
Main mother helping and supporting her daughter with online school while staying at home new normal lifestyle concept monoparental concept
Se seu filho está habituado a fazer atividades em um determinado horário, tente manter a mesma agenda em casa e bloqueie um intervalo dedicado à família para brincarem juntos, recomenda a psicóloga Sofía Martínez
Redação Sou BH
02/04 às 08:12
Atualizado em 02/04 às 08:12

Estamos vivendo em Belo Horizonte a fase mais restritiva do distanciamento social e muitas famílias estão enfrentando o desafio do homeschooling em meio ao home office, tarefas domésticas e a constante preocupação com as altas taxas de transmissão da covid-19. Sabemos o quanto essa rotina mais restritiva em casa tira o fôlego dos pais, mães e demais adultos responsáveis por crianças pequenas e cheias de energia, demandando atenção e distração. 

A psicóloga Sofía Martínez, especialista em Desenvolvimento na Primeira Infância e Líder de Conteúdo para Pais do aplicativo Kinedu, indica que a preparação da semana — e do momento de brincar — seja utilizada como um atrativo a mais, que geralmente envolve a criança no compromisso de respeitar esse tempo dedicado com os pais. "Crianças amam consistência. Ao fazerem juntos o combinado do tempo em família, as crianças se sentem mais seguras e lidam melhor com transições", ressalta Sofía. Se seu filho está habituado a fazer atividades em um determinado horário, tente manter a mesma agenda em casa e bloqueie um intervalo dedicado à família para brincarem juntos.

Confira a seguir 5 ideias listadas pela psicóloga Sofía Martínez:

Dança

Considere se desligar um pouco das notícias e ouvir mais música. Estudos mostram que ouvir música ajuda no desenvolvimento das principais habilidades cognitivas e linguísticas das crianças e pode proporcionar uma sensação de calma, tão necessária neste momento. Se você tem um bebê pequeno, coloque uma música tranquila quando ele estiver brincando de bruços. Se o seu filho tem entre 1 e 3 anos, experimente colocar uma música e pedir para ele criar uma "pintura interpretativa" com base nos sons que ouve. Com as crianças maiores, você pode assistir a videoclipes de quando você era adolescente. Elas costumam se divertir com a moda da época e adoram aprender mais sobre você e seus interesses! Dance com o seu pequeno, é uma ótima ginástica corporal para todos.

Leitura

Livros são ótimos para ajudar os pequenos a processarem as emoções. Procure na sua estante livros que falem sobre transições, tédio ou saúde e leia em voz alta com a criança. Se o seu filho tem quatro ou cinco anos de idade, talvez seja o momento de começar a ler capítulos! Escolha um horário do dia para ler um ou dois capítulos, e considere criar um cantinho da leitura bem aconchegante em algum lugar da casa. Isso dará ao seu filho algo pelo qual esperar. Está ficando sem livros? A biblioteca pode até estar fechada, mas os livros digitais estão sempre disponíveis!

Pintura e expressão artística

Abuse de materiais artísticos como lápis de cor, tinta, giz de cera, cola, tesoura e papéis coloridos. Ajude-a a recortar figuras, mostrando o movimento com a tesoura (sem ponta) e a colá-las em um papel grande, como uma cartolina. Incentive-a a desenhar e pintar, para que ela treine o movimento de segurar o lápis e possa se expressar com a arte. Brincar de dobradura, criando aviões, barcos ou animais, também é uma atividade que vai agradar os pequenos, principalmente os que estão na idade de 3 anos.

Jogos de tabuleiro

São opções divertidas e coletivas, pois envolvem toda a família. Jogos simples de estratégia podem ajudar o seu filho a praticar a resolução de problemas, esperar pela vez dele, seguir regras e desenvolver estratégias - os jogos de tabuleiro envolvem várias habilidades de autorregulação emocional! Se o seu filho estiver irritado, deixe um pouco os jogos de lado. Quebra-cabeças também podem ser uma ótima alternativa.

Brincadeiras ativas

Crie um "acampamento de férias" em casa e façam brincadeiras interativas, como as de quando você era criança, como "O mestre mandou", "telefone sem fio" ou pular corda. Você também pode montar uma pista de obstáculos e cronometrar o tempo que seu filho leva para percorrê-la. Se você não tiver quintal ou um espaço aberto para essas brincadeiras, lembre-se de tirar os móveis do caminho para evitar que se machuquem. "As brincadeiras ativas são uma ótima forma de cansar as crianças antes dos cochilos; considere separar um horário para elas no começo da tarde", completa a especialista.

Comentários