FecharX

Catarina, personagem de Beto Sorolli, lança single ‘Cansada de Ser Pobre’

Canção inicia a carreira musical de personagem vivida na peça “A minha Mãe é uma Comédia!”



Créditos da imagem: Thiago Misan
Main catarina   thiago misan prancheta 1
O lançamento do single “Cansada de ser pobre” já tem data marcada: 20 de agosto, nas principais plataformas digitais
Redação Sou BH
07/09 às 11:02
Atualizado em 07/09 às 11:02

No palco do teatro, Catarina é uma mulher forte, guerreira, encantadora e muito divertida, que enfrenta os desafios diários da vida e, mesmo com tantos obstáculos, não desiste dos seus sonhos. Agora, ela vai desbravar o mundo musical. Em suas canções, a personagem criada e vivida pelo ator, comediante e cantor Beto Sorolli, na peça “A minha Mãe é uma Comédia!”, vai abordar a vida, os filhos, do ex-marido e até as suas vizinhas que não valem nada. O lançamento do seu primeiro single “Cansada de ser pobre” já tem data marcada: 20 de agosto, nas principais plataformas digitais.

Além do single, serão lançados um clipe e o álbum 'Catarina'. “O clipe será lançado em breve e, em seguida, o álbum musical de comédia com 12 faixas musicais, além de outras 12 com as histórias e vivências de Catarina, com duração total de aproximadamente 50 minutos. Esse era um pedido do público que acompanha e gosta da personagem. Os fãs ficarão animados, emocionados e irão se divertir com as aventuras e apuros da vida dela. O álbum “Catarina” é essencialmente de comédia e a ideia é apresentar às pessoas músicas que abordam formas criativas de enfrentar os problemas do dia a dia, para que sejam encarados com mais leveza”, explica Beto Sorolli.

A idealização e composição do álbum é de Beto Sorolli, nome artístico de Gilberto Rodrigues. O álbum trata de um antigo projeto de Sorolli, no qual as músicas apresentam as cômicas histórias de vida da personagem 'Catarina'. A produção e gravação do álbum foi realizada em junho deste ano, com recursos viabilizados pela Lei Aldir Blanc, no âmbito do Estado de Minas Gerais. 

Embora seja um álbum essencialmente de comédia, contou com a Produção Musical do Dy Faria Studio, sob o comando do produtor e arranjador Marlon Dy Faria, responsável por dar às músicas um arranjo moderno e comercial, além de coordenar todo o trabalho de gravação de instrumentos e vozes. A Produção Geral do projeto é da Vinte9 Produções, representada pelo produtor Rômulo Oliveira, que também dividiu a Direção Artística com Beto Sorolli, além de ser seu braço direito desde 2012.

Sobre o espetáculo “A minha Mãe é uma Comédia!

Dirigido por Maurício Canguçu, Beto Sorolli interpreta diferentes personagens em “A minha Mãe é uma Comédia!”, peça que resinifica um recorte dramático da vida de Catarina. O espetáculo tem a intenção de despertar nos espectadores a reflexão sobre diversos aspectos e temas, como a educação dos filhos em diferentes épocas, e o enfrentamento dos obstáculos que a vida nos apresenta, valorizando, sobretudo, os laços familiares.

Aborda também, de maneira importante o respeito à sabedoria dos mais velhos, e mostra a todo momento uma relação muito próxima com a realidade, causando extrema identificação com o público que ri de si mesmo, e também se emociona ao ver traços semelhantes de suas vidas, retratados no palco. E por fim, trata sobre a igualdade de gêneros, valorizando a figura da mulher, e levanta um questionamento sobre a relevância da orientação sexual, atingida pelos preconceitos da sociedade.

Sobre Beto Sorolli

Nascido em Belo Horizonte, cresceu no bairro Vista Alegre, entre os bairros Cabana e Nova Cintra. Desde pequeno, Beto demonstrou interesse em música e teatro, porém era um sonho muito distante de um menino de família humilde. Beto cresceu e transformou seus sonhos em realidade: se formou em teatro, música e dança, e já atuou em grandes musicais em SP. E como o céu é o limite, viajou o país com espetáculos de teatro, tendo ido até à Espanha com um grupo brasileiro, e já participado de programas de TV, cantando e mostrando seus personagens.