FecharX

Festival Varilux de Cinema Francês acontece em BH entre 25 de novembro e 8 de dezembro

Maior festival de cinema francês fora da França terá 17 longas-metragens inéditos e recentes e dois clássicos



Créditos da imagem: Reprodução
Main belmondo e bisset
A comédia cult "O Magnífico”, de 1973, dirigido por Philippe de Broca, com Jean Paul Belmondo no papel principal, integra o Festival Varilux de Cinema Francês
Redação Sou BH
24/11 às 08:39
Atualizado em 24/11 às 08:39

O Festival Varilux de Cinema Francês, maior evento dedicado à cinematografia francesa fora da França, realiza sua 12ª edição oferecendo uma programação composta por 17 longas-metragens inéditos e recentes e dois clássicos que poderão ser assistidos entre esta quinta-feira (25) e 8 de dezembro. Em BH, os cinemas que fazem parte do festival são UNA Cine Belas Artes, Cine Theatro Brasil Vallourec e Cinemark Pátio Savassi. Os valores e horários são de acordo com cada cinema e exibição.

Realizado na capital mineira com o apoio da Aliança Francesa de Belo Horizonte, o público poderá conferir diversas comédias, dramas, romance, animação e documentário, entre produções premiadas e aguardadas, além de participantes de festivais internacionais.

As ficções @Arthur Rambo – Ódio nas Redes, de Laurent Cantet; Adeus, idiotas, Albert Dupontel; Um conto de amor e desejo, de Leyla Bouzi; Delicioso: da Cozinha para o mundo, de Eric Besnard e Ilusões Perdidas, de Xavier Giannoli; o documentário Nosso Planeta, Nosso Legado, de Yann Arthus-Bertrand, e a animação A Travessia, de Florence Miaihe, são algumas das atrações inéditas desta edição. Produzidas entre 2020 e 2021, as 17 obras poderão ser vistas pela primeira vez no país através do festival e estreiam no circuito comercial em 2022. Os distribuidores participantes deste ano são: Bonfilm, California Filmes, Mares Filmes, PlayArte, Synapse e Vitrine Filmes.

Também integram a programação do Festival Varilux dois clássicos: As Coisas da Vida”, de 1970, de Claude Sautet, e O Magnífico”, de 1973, dirigido por Philippe de Broca, com Jean Paul Belmondo no papel principal. Uma ótima oportunidade de rever na tela de cinema dois grandes sucessos de bilheteria da década de 70.

O drama romântico “As Coisas da Vida” conta com os atores Michel Piccoli, Romy Schneider, Lea Massari e Jean Bouise nos papéis principais. A trama, gira em torno do estado de coma do personagem principal, que sofre um acidente que o deixa gravemente ferido e vê sua vida passar em ritmo acelerado. E ele se dá conta de como as pequenas coisas da existência - as alegrias e as tristezas - formam a felicidade de toda uma vida. O longa-metragem ganhou o Prêmio Louis Delluc e a Palma de Ouro de melhor filme no Festival de Cannes de 1970.

Já a comédia “O Magnífico” conta com Jean-Paul Belmondo, Jaqueline Bisset, Vittorio Caprioli e Jean Lefebvre nos principais papéis. O filme cult é uma hilariante e feroz sátira dos filmes de aventura, espionagem, dos super-heróis, sendo os filmes de James Bond o alvo mais específico. Com um humor ácido, a comédia usa e abusa de todos os excessos do gênero com alegria contagiante e explora com maestria o tema da vida dupla, real e sonhada.

Serviço
Aliança Francesa de Belo Horizonte
12º Festival Varilux de Cinema Francês
De 25 de novembro a 8 de dezembro
Programação: https://variluxcinefrances.com/