FecharX

Artista mineiro une Rap com Samba em projeto inédito e fortalece a voz popular

Rapper Licon contou com participações especiais, como de Rita Silva e Capone Beatbox na faixa “Se Ela Fosse



Créditos da imagem: Pri Garcia
Main design sem nome
Redação
02/02 às 10:07
Atualizado em 02/02 às 10:07

O artista mineiro Licon protagonizou a primeira edição do projeto #RapComSamba, que une as duas culturas em uma junção experimental dos gêneros que, apesar de diferentes, conversam entre si.

O projeto trouxe a faixa “Se Ela Fosse”, de Licon em parceria com Rita Silva e Capone Beatbox. Os três artistas também realizaram uma apresentação on-line no dia 16 de janeiro, mostrando, pela primeira vez, como é essa união em cima dos palcos. Ouça em todas as plataformas digitais: https://ps.onerpm.com/6258051538.

“Para a minha carreira está sendo um momento fundamental, era um sonho há um tempo, misturar esses dois ritmos em show, além de toda a experiência que pude adquirir ao trabalhar com pessoas tão incríveis”, comenta Licon.

Apesar de ambos os gêneros serem muito consumidos pela população, projeto #RapComSamba fortalece a necessidade de voz ativa nas comunidades, considerando o direito ao acesso à formação artística, propondo dar visibilidade a duas intervenções artísticas de grande contribuição na formação político-cultural dos grandes centros urbanos.

A última parte do projeto contou com um webinário "Jogando Conversa Dentro", mediado por Licon e com os convidados Kdu dos Anjos, Jeffim da Bazi e Ohana. O tema que rodeou a discussão foi "produção musical em territórios periféricos e a ocupação de espaços culturais públicos e privados ofertados na cidade." Assista aqui: https://youtu.be/kZfy3bEad3w.