FecharX

Refazenda Rio Xopotó promove 'Festival Porteiras Abertas'

Serão 20 horas de apresentações, conversas e vivências sobre arte, comida, agroecologia, entre outros saberes globais e locais



Créditos da imagem: Bruno Figueiredo
Main refazenda rio xopot%c3%b3 credito bruno figueiredo
Criada durante a pandemia, a Refazenda Rio Xopotó é uma comunidade em formação de saberes globais, que busca trocas locais partindo da pluriversalidade - especialmente feminina, enegrecida, de gênero livre e popular
Redação Sou BH
16/04 às 18:10
Atualizado em 16/04 às 18:10

Começa neste sábado (17) e segue até domingo (18) o 'Festival Porteiras Abertas', da Refazenda Rio Xopotó, que conta com 20 horas de apresentações, conversas e vivências sobre arte, comida, agroecologia, entre outros saberes globais e locais.

Entre os participantes do evento virtual estão o cozinheiro mineiro Felipe Rameh, que já se apresentou nas principais feiras de gastronomia do mundo, e as cantoras Nath Rodrigues, Thathi e Josy.Anne. Também integram o festival a pós-doutora em filosofia africana Aza Njeri, a banda As Baías, indicada ao Grammy Latino na categoria Melhor Álbum Pop Contemporâneo em Língua Portuguesa, o ator apaixonado por agroecologia João Campos, além das especialistas em ervas medicinais e PANCs Alessandra Mota, Salete Fonseca e Priscila Paolucci. 

Moradores das cidades de Desterro do Melo, Cipotânea e Alto Rio Doce não pagam inscrições, que podem ser feitas no link bit.ly/porteirasabertas. Quem não é da região, deve fazer uma contribuição consciente, entre R$ 35 e R$ 100,00. Qualquer valor dá direito a um passe livre para toda a programação. O valor arrecadado será revertido para a manutenção do projeto.

Criada durante a pandemia, a Refazenda Rio Xopotó é uma comunidade em formação de saberes globais, que busca trocas locais partindo da pluriversalidade - especialmente feminina, enegrecida, de gênero livre e popular. Nasceu do desejo de um espaço para quem precisa de cuidados e quer cuidar, de quem anseia mato, cachoeira, céu estrelado e quer transformar a sua rotina na cidade ou no campo. Durante o festival, será possível conhecer um pouco do que é vivenciado diariamente por lá.

Confira abaixo a programação completa:

17/04 (sábado)

8:00 | 8:50 - Matheus Rocha “Yoga”
9:00 | 9:50 - Dada Renendrananda “Prout & Yoga”
10:00 | 10:50 - Aza Njeri “Viver é solar”
11:00 | 11:50 -  Patty Durães “Você tem fome de quê?"
12:00 | 13:00 - Marcelo Paolucci “Cozinhando com Fogo”
Intervalo
14:00 |14:30 - Ana Soares “Nutrição do corpo e da alma no Outono”
15:00 |15:50 - As Baías "Em Prosa"
16:00 | 16:30 - Thathi canta
16:30 | 17:00 - Clara Castro canta 

18/04 (domingo)

9:00 | 9:40 - Preta Kiran “Dançando nossas Águas”
10:00 | 10:40 - Nath Tupinambá “Afeto através da Automassagem” 
11:00 | 11:50 - Instituto Amuta - Marcele Xavier, Marina Galvão e Maurício Assis “Design de Conexões”
12:00 | 13:00 -  Felipe Rameh “Quem ama cuida e cozinhar é cuidar”
Intervalo
14:00 | 14:50 - João Campos “Composteira na roça e na cidade”
15:00 | 15:50 - Salete Fonseca, Priscila Paolucci e Alessandra Mota - Nativas “Resgate do uso das Ervas Medicinais e Panc no nosso cotidiano”
16:00 | 16:40 - Roseli dos Santos “Candendê: a terra é meu quilombo”
17:00 | 17:40 -  Iasmim Alice “Experimentando elementos do Congado no corpo”
18:00 | 18:30 - Josy.Anne canta
19:00 | 19:30 - Nath Rodrigues canta 

Comentários