FecharX

Aeroporto Internacional de Belo Horizonte é considerado importante hub logístico para o país

Com o fortalecimento do papel do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, Minas pode ser protagonista no cenário logístico nacion​al e internacional



Créditos da imagem: BH Airport/Divulgação
Main pv 20210317 0144
Colaboradores do Aeroporto Internacional de BH trabalham para contribuir com o crescimento do cenário logístico nacional e internacional mineiro.
Redação Sou BH
20/04 às 13:37
Atualizado em 20/04 às 13:37

Minas Gerais vem chegando cada vez mais perto de ser protagonista no cenário logístico nacion​al e internacional. Conforme dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Minas está na terceira posição no ranking de porta de entrada de carga aérea para o território mineiro. 

Kleber Meira, CEO da BH Airport, publicou um artigo explicando as mudanças que estão por vir no cenário logístico de Minas Gerais a partir do fortalecimento do papel do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte como hub logístico. Confira a seguir, os principais temas abordados na publicação.


Lançamentos de novos serviços do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte

Em 2020, mesmo com as dificuldades enfrentadas por causa da pandemia, o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, se dedicou a lançar novos serviços no mercado para oferecer aos clientes soluções multimodais. 

Assim, foi implantada a primeira rota marítima que liga diretamente o aeroporto ao Terminal Bandeirantes, no Porto de Santos (SP), o que oferece aos importadores e demais públicos estratégicos da área a possibilidade de remoção da carga importada, através do modal marítimo, para a Região Metropolitana de Belo Horizonte. Há, ainda, uma negociação para ampliar esse serviço para o Porto do Rio de Janeiro.


Projeto Rotas Rodoviárias vai conectar portos e aeroportos

O Projeto “Rotas Rodoviárias" foi lançado com a finalidade de conectar as zonas primárias, como portos e aeroportos, do Sudeste brasileiro, com indústrias, comércios e importadores mineiros, a fim de oferecer uma redução de até 60% no custo do transporte de cargas. Outros projetos destaques foram o "entreposto aduaneiro", inclusive em câmaras frias, que confere um importante diferencial para a eficiência no fluxo de caixa das empresas, bem como o "PPL - Programa de Parceiros Logísticos". Todas essas ações estão fortalecendo o protagonismo do estado no cenário da logística nacional e internacional.

Ainda falando de conquistas, o aeroporto passou a contar com uma rota cargueira semanal. Em parceria com a Bringer Air Cargo, a operação liga o Reino Unido, Itália, Holanda, China, Taiwan e México a Minas Gerais, com conexão fixa em Miami, nos Estados Unidos.


Localização geográfica privilegiada de Belo Horizonte favorece expansão dos serviços oferecidos pelo aeroporto

Com tantos desenvolvimentos ao longo de 2020, as condições de estimular a cadeia logística aérea mineira se tornaram favoráveis, principalmente por estarmos situados em uma região estratégica, com localização geográfica privilegiada. De Minas Gerais, temos acesso a 70% do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil, voando apenas uma hora. O estado faz fronteiras com sete unidades da federação: São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Bahia, Goiás, Distrito Federal (Brasília) e Mato Grosso do Sul. Nenhum estado brasileiro tem isso e, consequentemente, nenhum aeroporto tem essa condição.

E, agora, com a operação do Aeroporto Industrial, que também foi inaugurado no ano passado, temos a oportunidade de contribuir para a diversificação da economia mineira.

Para saber mais notícias sobre o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, acesse o site BH Airport.