FecharX

Assembleia reconhece a fabricação do doce de leite Viçosa como interesse cultural de Minas

Produzido pela Universidade Federal de Viçosa, o doce de leite mineiro já foi eleito por dez vezes o mais gostoso do Brasil



Créditos da imagem: UFV
Main ufv   divulga%c3%a7%c3%a3o
O projeto de lei segue de volta para a Comissão de Cultura, da ALMG, antes de ser apreciado em 2º turno pelos deputados
Redação Sou BH
20/05 às 07:50
Atualizado em 20/05 às 08:24

Eleito por dez vezes o doce de leite mais gostoso do Brasil pelo no Concurso Nacional de Produtos Lácteos, o Doce de Leite Viçosa está perto de ganhar mais um título. Dessa vez, como um produto de "relevante interesse cultural de Minas Gerais". Isso porque foi aprovado nesta quarta-feira (19), na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), o projeto de lei que originalmente declarava como patrimônio imaterial de Minas o processo de fabricação do doce de leite produzido pela Universidade Federal de Viçosa, na Zona da Mata. 

O projeto foi aprovado na forma do substitutivo n° 2, da Comissão de Cultura, que reconhece como de relevante interesse cultural o processo de fabricação do Doce de Leite de Viçosa. Segundo o parecer, a atribuição de declarar patrimônio cultural, como já aconteceu com o queijo da Canastra, a Comunidade Quilombola dos Arturos e a folia de reis, é privativa do Governador de Minas Gerais, e por esse motivo o substitutivo alterou o texto original.

O projeto de lei segue de volta para a Comissão de Cultura, da ALMG, antes de ser apreciado em 2º turno pelos deputados.


Comentários