FecharX

Belo Horizonte recebe festival 'Brunch Gaarden'

Durante 17 dias, estabelecimentos da capital mineira irão disponibilizar pratos exclusivos à la carte, com preços de R$ 16 a R$ 65



Créditos da imagem: Debora Gabrich
Main debora gabrich
Comandado pelo casal Luiza Pimentel e André Carvalho, o Uluru Café é um misto de café e restaurante que hoje tem três endereços na capital
Thiago Alves
15/06 às 09:21
Atualizado em 15/06 às 09:21

De 24 de junho a 10 de julho, Belo Horizonte vai receber a 1ª edição do circuito Brunch Gaarden, patrocinado pela cerveja belga Hoegaarden. Ao longo dos 17 dias de festival, as casas Uluru Café, O Jardim Restô Bar, Casa Bonomi, Zuzunely, Grande Hotel Ronaldo Fraga e Manju irão disponibilizar pratos exclusivos à la carte, oferecendo três sugestões inéditas ou emblemáticas de seus menus e que poderão ser desfrutadas durante todo o dia com preços de R$ 16 a R$ 65.

Ao pedir um dos itens do cardápio, que vão de avocado toast, ovo beneditino à shakshuka, os clientes ganham uma Hoegaarden ou um coquetel feito com a witbier como welcome drink. E, para os que não dispensam itens colecionáveis, a participação no circuito ainda garante um guia impresso com os restaurantes participantes e um porta-copo, desenvolvido especialmente para o evento por Gustavo Gontijo, artista mineiro referência em colagens.

"Para nós, promover o primeiro circuito Brunch Gaarden no Brasil tem sido indescritível. A prática do brunch, que já é consolidada fora do país, agora se torna referência ao lado de Hoegaarden e o lifestyle naturalmente diferente que a marca carrega", afirma Louis Millard, Gerente de Marketing da Hoegaarden Brasil. Além da capital mineira, o circuito será realizado no Rio de Janeiro e em São Paulo.

Saiba mais sobre as casas participantes do circuito Brunch Gaarden: 

Casa Bonomi: Sob o comando da padeira Paula Bonomi, são produzidos diversos tipos de pão, dos mais rústicos até os folhados delicados. A padaria ocupa um casarão com grandes janelas, erguido em 1902. O cenário é encantador.

Grande Hotel Ronaldo Fraga: Apesar do nome “hotel”, este é um ponto cultural que funciona como misto de loja, bistrô e galeria de arte. Idealizado pelo estilista Ronaldo Fraga, o espaço está instalado em um casarão centenário com cardápio aos comandos do chef Afrânio Apolinário.

Manju: Com proposta natural e sustentável, o restaurante está instalado no espaço colaborativo Casa 96, no Sion. Comandado por Júlia Furtado e Amanda Malta, o lugar serve receitas que privilegiam insumos orgânicos.

O Jardim Restô Bar: Um refúgio em meio à agitação da capital mineira. No espaço com pé-direito alto e muitas plantas, o chef Caio Soter serve receitas descomplicadas, que valorizam as tradições e os ingredientes locais.

Uluru Café: O casal Luiza Pimentel e André Carvalho estão à frente desse misto de café e restaurante que hoje tem três endereços na capital (em Lourdes, Funcionários e no Boulevard Shopping, escolhido para sediar o circuito). Conhecido pelo saboroso brunch, ambiente charmoso e por oferecerem opções veganas.

Zuzunely: A chef Bruna Haddad está à frente do negócio, desde a concepção até a  execução das receitas. Em seu cardápio, ela lembra e homenageia as matriarcas mineiras – entre elas, as suas avós, Zulmira e Nely, que batizam o restaurante

Serviço
Brunch Gaarden
Data: 25/6 a 10/7