FecharX

Aniversário do Gigante da Pampulha: Mineirão comemora 55 anos

Este ano as comemorações serão on-line, mas não deixam de ser especiais, e nós trazemos algumas curiosidades sobre o estádio para você matar a saudade



Créditos da imagem: Julia Pinheiro/shutterstock
Main destaque julia pinheiro
Redação Sou BH
26/08/15 às 17:15
Atualizado em 03/09/20 às 17:05

Feliz aniversário, Gigante da Pampulha! Hoje, dia 5 de setembro, o Mineirão comemora 55 anos de história, e, todos os anos, o Estádio oferece uma programação para os visitantes comemorarem a data. Mas, como 2020 pede uma nova realidade, a festa vai ser on-line! Nas redes sociais do Mineirão é possível acompanhar conteúdos especiais, como a web série Gigante do Turismo, e muito mais.

Para não deixar a data passar em branco, o Sou BH também traz um conteúdo especial. Desde a sua inauguração, em 1965, o Mineirão abrigou muitas histórias e foi palco de fatos emocionantes, que marcaram para sempre a história de Minas Gerais. Conheça algumas curiosidades desse ponto turístico tão querido pelos belo-horizontinos e resgate essa longa história:

  1. A fachada do estádio é tombada pelo Conselho do Patrimônio Histórico de Belo Horizonte e se integra ao Conjunto Arquitetônico da Pampulha, projetado pelo arquiteto Oscar Niemeyer. 
  2. O projeto do novo Mineirão teve reaproveitamento de cerca de 90% dos resíduos (concreto, terra e metal). Na obra sustentável, cerca de 75 mil m³ de concreto foram reaproveitados e 250 mil m³ de terra foram reutilizados em uma cidade vizinha.
  3. A água do estádio é captada por calhas e destinada para um sistema de tratamento. De lá, a água tratada é bombeada para uma caixa d'água e, assim, volta a abastecer o sistema de lavagem, irrigação de gramado, descargas dos banheiros, e outros. O sistema proporciona uma economia de aproximadamente 80 mil litros de água por dia.
  4. Mediante assinatura de acordo, presos em regime semiaberto da Penitenciária José Maria Alkmin, que fica na região metropolitana de Belo Horizonte, trabalharam na obra do Estádio. 
  5. O jogo Atlético 1 x 1 Cruzeiro, em 16 de março de 1997, pelo Campeonato Mineiro, foi o cenário da gravação do clipe "É uma partida de futebol", do Skank.
  6. O maior público presente em uma partida de futebol, na história do Mineirão, foi em 22 de junho de 1997, no jogo entre Cruzeiro e Villa Nova, válido pela final do Campeonato Mineiro. Com um público total de 132.834 pessoas, registrou-se o recorde do estádio e também do estado de Minas Gerais. O público pagante foi de 74.857 pessoas. 
  7. O recorde de público pagante da história do Mineirão foi registrado em 4 de maio de 1969 no clássico entre Cruzeiro e Atlético, com 123.351 pagantes. 
  8. Em 2013, após a reforma para atender os padrões da FIFA, no segundo jogo da final da Copa Libertadores da América de 2013, entre Atlético Mineiro e Olímpia, do Paraguai, foi registrada a maior renda da história do futebol sul-americano. Com público pagante de 56.557, a partida rendeu R$ 14.176.000,00. A média de R$ 250 por ingresso. Nesta partida, o Atlético sagrou-se campeão do torneio continental. No mesmo ano, em 10 de novembro, o recorde de público no "novo Mineirão" foi batido, no jogo pela 33ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. O Cruzeiro goleou o Grêmio por 3 a 0 diante de um público de 58.113 torcedores dos quais 56.854 foram pagantes. 
  9. O Mineirão foi sede de inúmeros shows e festivais musicais. Os mais notáveis incluem Kiss em 1983, Menudo em 1985, e os festivais Pop Rock Brasil e Axé Brasil. Após a reinauguração em 2013, o estádio sediou shows de Elton John, Paul McCartney - a estreia da turnê Out There! Tour – e Beyoncé, bem como nova edição do Axé Brasil. A esplanada também abrigou show do Black Sabbath, e o festival Planeta Brasil 2014, com participação do Guns N' Roses. 
  10. O recorde de público presente fora de um partida de futebol, foi em 14 de julho de 2001, na Gravação do álbum Preciso de Ti, do grupo brasileiro de música gospel Diante do Trono. Na ocasião, foi registrado um público de aproximadamente 210.000 pessoas, vindas de várias regiões do Brasil e de outros países.
  11. Em 2020 o Mineirão deu início ao movimento #Repense. O projeto traz um calendário de ações que apoia, promove e assegura a presença de mais mulheres nos grandes palcos do esporte.

Comentários