FecharX

Laboratório da Sputnik V vai vacinar primeiro os seus seguidores do Twitter

Iniciativa começa em julho e é aberta a estrangeiros, inclusive brasileiros



Créditos da imagem: Reprodução
Main vacina russa prancheta 1 prancheta 1
Laboratório garantiu que o comunicado não é uma ação de piada de 1º de abril
Redação Sou BH
03/04 às 08:36
Atualizado em 03/04 às 08:36

Os estrangeiros que seguem a página oficial do Twitter da Sputnik V, a vacina contra a Covid-19 financiada pelo governo russo e desenvolvida pelo Instituto Gamaleya, serão os primeiros a serem imunizados pelo programa #SputnikVaccinated, voltado para a vacinação de pessoas que não possuem a nacionalidade russa.

A informação foi publicada nesta quinta-feira (1º) no perfil da Sputnik V no Twitter. “Só para ficar claro, esta não foi uma piada do Dia da Mentira. Estamos trabalhando para iniciar este programa em julho”, diz o tuíte publicado que convoca os internautas a seguirem a página do imunizante na rede social. Além do texto, há uma imagem em que turistas aparecem ao lado de aviões e da frase “Vacinação com Sputnik V na Rússia. Quem está a bordo?”



Prefeitura de Belo Horizonte desiste de comprar 4 milhões de doses da vacina SputnikV

Em entrevista à Rádio Super Notícia na segunda-feira (29), o secretário Municipal de Saúde, Jackson Machado, afirmou que a aquisição do imunizante russo está praticamente descartada. A revelação aconteceu cerca de duas semanas após o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), anunciar a negociação para compra de 4 milhões de doses da vacina Sputnik V.

Machado disse que o a suspensão pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) dos prazos de análises do pedido de uso emergencial da vacina russa e a disponibilidade para entrega das doses somente a partir de setembro foram os motivos que levaram a desistência.

Comentários