FecharX

Animais resgatados em Brumadinho aguardam adoção

Cães e gatos foram impactados pelo rompimento da barragem B1, da Mina Córrego do Feijão



Créditos da imagem: Flávia Reis
Main fl%c3%a1via reis
Mais de 140 cães e gatos estão na fila da adoção desde o rompimento da barragem em Brumadinho, na Grande BH, em 2019
Redação Sou BH
02/03 às 08:31
Atualizado em 02/03 às 08:31

Floki, Sasha, Jasmine e outros 21 gatos aguardam um novo lar. Caramelo, Doritos, Telles e mais 125 cães também estão na fila da adoção. Esses animais podem ser adotados de forma online pelo site Me Leva pra Casa, mantido pela mineradora Vale.

De acordo com a empresa, esses animais foram impactados direta ou indiretamente pelo rompimento da barragem B1, da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, em 25 de janeiro de 2019. O desastre resultou na morte de 270 pessoas e deixou centenas de animais sem donos, que foram resgatados nas áreas atingidas, em residências nas comunidades, deixados por doação voluntária de seus tutores ou, em muitos casos, abandonados na entrada da Fazenda ou do Hospital Veterinário.

Pelo site, é possível ver fotos e informações sobre porte, sexo, saúde e comportamento dos bichinhos. Caso tenha interesse em adotar, é necessário o preenchimento de um formulário para a adoção responsável e aguardar o retorno da equipe técnica da Fazenda Abrigo de Fauna, onde os animais estão sendo mantidos. E, em caso de sucesso na adoção, o animal será entregue na residência do novo dono, se for na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Segundo a Vale, 239 animais já foram adotados ao longo do último ano, sendo 149 cães e 90 gatos. Outros 17 animais resgatados foram devolvidos aos antigos donos. Três feiras de adoção já foram realizadas pela mineradora. A medida faz parte de um acordo firmado entre a Vale e o Ministério Público de Minas Gerais no Termo de Compromisso Preliminar (TCP).

Conheça aqui os animais que aguardam por adoção responsável. 

Comentários