FecharX

BH é destaque no jornal Le Monde

<p>Jornalista percorreu os principais pontos turísticos da capital mineira</p>



Créditos da imagem:
Main 2006 lemonde
Redação Sou BH
12/08/14 às 10:37
Atualizado em 01/02/19 às 17:14

O jornal francês Le Monde, um dos maiores do mundo, destacou a capital mineira na edição do dia 17 de junho.  O jornalista Anthony Hernandez percorreu a cidade e relatou a sua trajetória com muitos elogios, chegando a afirmar que BH é uma ?grata surpresa descoberta no Brasil?, que vai além do imaginário do país, que remete, sobretudo, às cidades de Rio de Janeiro e São Paulo.

Anthony Hernandez foi recepcionado em BH pelo arquiteto mineiro Flavio Agostini, que apresentou ao francês algumas das principais atrações turísticas da cidade, a começar pela sua arquitetura. Por isso, o passeio começou pelo Circuito Cultural Praça da Liberdade, onde há vários museus e prédios que vão desde o estilo neoclássico até projetos modernos de Oscar Niemeyer.

Em seguida, o arquiteto mineiro fala ao repórter um pouco sobre a cultura de Minas Gerais, que tem a terceira maior economia do país, baseada na agricultura e na mineração. Belo Horizonte, por sua vez, é mencionada como a cidade que tem um forte apelo para o turismo de negócios.

Na sequência, a dupla segue para o Mercado Central, onde encontra torcedores belgas e colombianos, que vieram ao país para acompanhar suas seleções na Copa do Mundo. Dentre as várias atrações do local, o repórter destaca a gastronomia. "O Mercado Central é um templo dedicado aos deuses da gastronomia. A comida mais atraente transborda de todos os lugares: frutas exóticas que não custam nada aqui, especialidades locais, como queijo e cachaça, o rum brasileiro, que é um deleite para os amantes da caipirinha. Azeitonas, salsichas e várias pimentas", destaca o texto.

Para concluir o roteiro turístico, Anthony Hernandez foi ao Mirante das Mangabeiras, onde há uma bela vista panorâmica da capital mineira sob a Serra do Curral. Após conhecer a rua do Amendoim (uma curiosidade da região devido à ilusão de ótica), o francês foi assistir aos jogos da Copa do Mundo na Savassi.

Fonte: Agência Minas