FecharX

Circuito em homenagem a Guimarães Rosa ganha novo projeto de sinalização

Cidades receberão totens e portais que vão ajudar a contar a história do escritor e sua identificação com a região



Créditos da imagem: Luis War/ shutterstock
Main shutterstock 1276266043
Redação Sou BH
25/12/20 às 18:53
Atualizado em 25/12/20 às 18:53

O gestor da Instância de Governança Regional (IGR) Guimarães Rosa, Marcos André Malaquias, entregou, nessa última segunda feira (21), ao secretário de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, Leônidas Oliveira, a documentação final do projeto de sinalização turística dos municípios do Circuito Guimarães Rosa. A identificação prevê a instalação de 10 pórticos de entrada em cada cidade do Circuito, com frases do escritor, outras referências da identidade regional e totens sinalizando dois importantes roteiros turísticos: o Caminho da Boiada e o Travessia da Fé. 


O secretário destaca as potencialidades desse corredor histórico-cultural e interpretativo que vai ajudar a conhecer a história de um dos mais importantes escritores mundiais. “Não há outro nome da nossa literatura, como Guimarães Rosa, que fale de forma tão profunda sobre o que é a mineiridade. Devemos muito a ele, por criar entre os mineiros o sentido de pertencimento do território, a forma de ser de Minas, que a gente leva para o Brasil e o mundo. Esse projeto é uma antiga reivindicação do chamado sertão mineiro que agora vai sair do papel e valorizar ainda mais o turismo da região, atraindo mais investimentos e turistas”, enfatiza Leônidas Oliveira.  


O projeto será executado pela Secult por meio de recurso de emenda parlamentar destinado pela deputada federal Greyce Elias (Avante/MG), que também esteve presente na apresentação do projeto final ao secretário. Serão investidos cerca de R$ 800 mil para instalação dos equipamentos, sendo que os dez portais previstos no projeto serão instalados na entrada dos municípios e os 80 totens vão ser espalhados por praças, trevos e pontos turísticos das localidades. A iniciativa visa também a homenagear o centenário do escritor e os 300 anos de Minas Gerais. 

 

Circuito 

O Circuito Turístico Guimarães Rosa nasceu de experiências realizadas por amantes da literatura, que percorrem o sertão de Minas para conhecer as paisagens e os lugares onde se passam as histórias do autor. Atualmente, fazem parte do circuito os municípios de Araçaí, Buritizeiro, Corinto, Curvelo, Felixlândia, Inimutaba, Morro da Garça, Pirapora e Presidente Juscelino, além da Basílica de São Geraldo em Curvelo. O circuito se localiza na confluência de três mesorregiões do estado: Norte, Central e Metropolitana de Belo Horizonte. 


O Caminho da Boiada, percorrido por Guimarães Rosa, liga a cidade de Três Marias à cidade de Araçaí, passando por Corinto, Morro da Garça, Curvelo e Cordisburgo, com cerca de 290 km. Já o roteiro Travessia da Fé liga a Basílica de São Geraldo em Curvelo ao Santuário de Nossa Senhora da Piedade na cidade de Felixlândia, dois ícones religiosos da região e do Estado destacados pelo gestor do circuito Marcos André Malaquias. “A Basílica de São Geraldo é única no mundo e o Santuário de Nossa Senhora da Piedade preserva uma imagem da Pietá do Mestre Aleijadinho”, conta.