FecharX

Hospitais de BH vão receber capacetes Elmo para combate à pandemia

Os equipamentos podem reduzir em 60% a necessidade de internações em leitos de UTI



Créditos da imagem: Divulgação Governo do Ceará/ CDL-BH
Main whatsapp image 2021 04 16 at 12.38.51  1
O Elmo pode ser esterilizado e reutilizado em outros pacientes, além de aumentar a segurança dos profissionais de saúde, já que, por ser vedado, não permite a proliferação de partículas de vírus
Redação Sou BH
16/04 às 12:55
Atualizado em 16/04 às 13:10

Os hospitais de Belo Horizonte e as prefeituras da capital e de Nova Lima vão receber 80 unidades do capacete Elmo. Os equipamentos, que podem reduzir em até 60% a necessidade de internações em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), foram doados pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH).

O capacete Elmo é um dispositivo de suporte ventilatório não invasivo capaz de manter uma pressão positiva nas vias aéreas através da oferta de alto fluxo de oxigênio e ar medicinal, reduzindo consideravelmente o esforço respiratório do paciente. O equipamento é colocado na cabeça do paciente e possui acesso para a entrada de oxigênio, permitindo que ele respire com menos esforço.

No Brasil, o Elmo foi criado por pesquisadores do Ceará e foi utilizado pela primeira vez na crise de Manaus, que ocorreu em janeiro. O Elmo pode ser esterilizado e reutilizado em outros pacientes, além de aumentar a segurança dos profissionais de saúde, já que, por ser vedado, não permite a proliferação de partículas de vírus.

Segundo o presidente da CDL/BH, Marcelo de Souza e Silva, “sem dúvida alguma o equipamento vai salvar muitas vidas e auxiliar bastante no trabalho dos profissionais de saúde”.


Comentários