FecharX

Jair Bolsonaro lamenta situação do Cruzeiro e afirma que sancionará clube-empresa

A Raposa está com dívida de quase R$ 1 bilhão e luta contra o rebaixamento à Série C do Campeonato Brasileiro



Créditos da imagem: Reprodução
Main bolsonaro cruzeiro
O Cruzeiro tem Reunião Extraordinária convocada para 3 de agosto para mudar o Estatuto e aprovar o projeto de clube-empresa
Redação Sou BH
20/07 às 11:00
Atualizado em 20/07 às 11:00

O presidente Jair Bolsonaro lamentou a grave situação do Cruzeiro, com dívida de quase R$ 1 bilhão e lutando contra o rebaixamento à Série C do Campeonato Brasileiro. Em entrevista à Rádio Itatiaia, ele disse que irá aprovar o  projeto de lei 5.516/2019, que cria a Sociedade Anônima do Futebol (SAF) e concede aos clubes novas possibilidades de obtenção de recurso.

"Da minha parte, sem problema (vou sancionar). Não tenho nada, quero dar liberdade. Sou um presidente da República que não quer interferir, que não gosta de interferir em quase nada. Tem que dar liberdade para a população poder trabalhar, poder investir e poder levar para frente seu empreendi. Eu lamento a situação do Cruzeiro, um time tradicional, assim como o Vasco da Gama, um time tradicional, o meu Botafogo, meu segundo time (ele torce para o Palmeiras), a gente lamenta. Agora, no projeto nosso nós atendemos aos interesses dos clubes de futebol. Mandamos para a Câmara, e está dando uma boa aceitação lá", afirmou Bolsonaro.

O Cruzeiro tem Reunião Extraordinária convocada para 3 de agosto para mudar o Estatuto e aprovar o projeto de clube-empresa.