FecharX

Revitalizado, CRAV participa do Noturno dos Museus

<p>Imóvel da década de 1920 volta a funcionar com o Centro de Referência Audiovisual</p>



Créditos da imagem:
Main 1707 crav
Redação Sou BH
12/08/14 às 10:38
Atualizado em 01/02/19 às 17:52

O Centro de Referência Audiovisual (CRAV) foi revitalizado e está de cara nova. Localizado na avenida Álvares Cabral, 560 no bairro Funcionários, o espaço é responsável pela preservação e tratamento dos registros audiovisuais da cidade. Exemplar da arquitetura residencial da década de 1920, o casarão recebeu pintura nova e passou por intervenções para preservar suas características originais.

Sua reabertura ao público conta com uma programação especial durante o Noturno nos Museus de Belo Horizonte, que acontece amanhã (18). Na ocasião será inaugurada a exposição ?Tony Vieira: um cineasta mineiro?, que conta a história desse ator, roteirista, produtor e diretor. A mostra exibe textos, documentos de época, fotos, roteiros e revistas que contam um pouco da vida do cineasta. A mostra também contempla peças do acervo pessoal do ator Hytagiba Carneiro e Toni Murtes, filho de Tony Vieira.

O CRAV apresenta ainda uma série de curtas metragens, documentários e cinejornais de seu acervo, a partir das 21h. Duas intervenções acontecem durante o evento, a primeira na fachada da instituição realizada por Renato Gaia, em parceria com o Instituto Imersão Latina. O artista apresenta ação metalinguística utilizando projeções de imagens que evocam a aura do cinema através dos fragmentos de filmes clássicos. Na área externa, o destaque fica por conta de uma obra - site specific ? criada por Rogério de Castro Fernandes, no muro interno da instituição, baseada em pesquisas sobre o cinema brasileiro e o acervo do CRAV.

Durante a revitalização, o CRAV recebeu pintura com tinta de silicato para manter as mesmas propriedades da tinta à base de cal usada no período da construção da casa. Na parte interna, nos gradis e nos muros, uma nova pintura foi realizada e o telhado da edificação passou por um exame detalhado com o objetivo de sanar eventuais infiltrações que poderiam danificar a casa.

Segundo o gestor do espaço, Gilvan Rodrigues, a importância do trabalho de restauração está não somente no cuidado com um patrimônio imóvel, mas também, ?na proteção de todo o acervo existente sobre a história e memória do audiovisual da cidade?, ressalta.