FecharX

Uber lança viagens de moto em BH, Betim e Ribeirão das Neves

A circulação de mototáxi, porém, é proibida na capital mineira



Créditos da imagem: Divulgação
Main unnamed  3
A Uber, por meio de nota, negou que seu serviço seja similar ao mototáxi e afirmou que, por ser uma empresa de tecnologia, não se enquadra nos requisitos de autorizações exigidas de empresas de transporte
Redação Sou BH
23/10 às 10:50
Atualizado em 23/10 às 10:50

A Uber lançou nesta sexta-feira (22) viagens com o Uber Moto em Belo Horizonte, Ribeirão das Neves, Betim e Uberaba, no Triângulo Mineiro. Com a chegada da nova modalidade na cidade, os usuários do app poderão se deslocar de motocicleta por um preço menor do que o do UberX. A circulação de mototáxi, porém, é proibida na capital mineira. Segundo a BHTrans, o serviço não é regulamentado, portanto, não é permitido.

A Uber, por meio de nota, negou que seu serviço seja similar ao mototáxi e afirmou que, por ser uma empresa de tecnologia, não se enquadra nos requisitos de autorizações exigidas de empresas de transporte. "A Uber desenvolve um aplicativo que conecta parceiros que dirigem os próprios veículos a usuários que desejam se movimentar pelas cidades", afirmou.

Além dos municípios mineiros, o Uber Moto foi lançado também em mais 16 cidades brasileiras. A modalidade desembarcou no país em novembro de 2020 por Aracaju e já estava presente em outros 22 municípios brasileiros.

"Desde que começamos com as viagens de moto em algumas cidades brasileiras, percebemos que elas passaram a ser utilizadas para, por exemplo, conectar os nossos usuários com modais de transporte, como estações de ônibus, trens e metrô das cidades, principalmente para deslocamentos rápidos, aquilo que no mundo de mobilidade chamamos de "last mile". Temos visto que esse é um tipo de uso perfeito para a moto, pois muitas vezes é perto demais para uma viagem de carro e fica cansativo para ir caminhando. Estamos felizes em trazer mais essa opção para facilitar a vida dos nossos usuários.", afirma Luciana Ceccato, diretora de marketing da Uber.

Para se cadastrar no aplicativo da Uber e dirigir na nova modalidade, o motociclista precisa ter CNH com a observação de atividade remunerada (EAR). Entregadores que usam motocicleta e já estão cadastrados no Uber Eats podem optar por também fazer viagens de Uber Moto.

Entre as recomendações que serão informadas aos usuários e parceiro estão a limpeza de mãos e superfícies da moto com álcool em gel, que os usuários levem seus próprios capacetes, ou que capacetes extras sejam higienizados com produtos específicos e usados com toucas higiênicas - que podem ser fornecidas pelos condutores e reembolsadas pela Uber.

"A Covid-19 é uma doença com alta taxa de transmissibilidade, então elaboramos recomendações com o objetivo de reduzir substancialmente a chance de infecção entre pessoas que usam o serviço", afirma Barbosa. Ele explica ainda que o uso de máscaras de forma correta segue sendo a medida de prevenção mais efetiva quando a proximidade entre as pessoas é inevitável, como em meios de transporte.