FecharX

Confira os eventos que estão sendo adiados ou alterados devido ao Covid-19

Governo de Minas decretou, no início desta manhã, emergência de saúde no estado em razão da epidemia do novo coronavírus



Créditos da imagem: FamVeld/Shutterstock.com
Main shutterstock 1631951077
Bárbara Batista
13/03/20 às 17:44
Atualizado em 16/03/20 às 18:42

Logo pela manhã o governador de Minas Gerais, Romeu Zema, decretou (Decreto 113) situação de emergência em saúde em razão da epidemia do Covid-19 no país. Com isso, eventos, festivais e shows estão sendo adiados, alterados ou cancelados.

O que já se sabe é que, até o momento, foram confirmados dois casos do chamado novo coronavírus em Minas.

Se você já programou o fim de semana, dê uma olhadinha na lista que separamos com os eventos que foram adiados até o momento:

Cold Hot: o festival que aconteceria neste sábado (13), com previsão de público de três mil pessoas, foi adiado e está previsto para 27 de junho;

Pátio Content: evento que discute as novidades da moda, beleza, bem-estar, arquitetura, design e arte também foi adiado, mas a organização ainda não informou a nova data;

Casa Fiat: anunciou a suspensão de toda a programação de eventos em espaços fechados durante o mês março. O Ateliê Aberto (14 a 29/3); o Música na Capela (15/3); Encontros com o Patrimônio (22/3); Quartas Italianas (25/3) e as missas realizadas na Capela de Santana, estão temporariamente suspensos. A visitação à exposição Mau Olhado Bem Olhado II na Piccola Galleria está mantida, em função da pequena capacidade de público no espaço;

Ciruito Municipal de Cultura: cancelou a apresentação do Música de Domingo Lab com Daniel Haaksman, que seria nesta domingo (15);

Museu de Ciências Naturais da Puc: ficará fechado de 17 a 31 de março;

Sesc Palladium: informou o adiamento da peça O Ator e o Lobo, marcada para o dia 21 de março;

Filarmônica de Minas Gerais: vai manter a programação, entretanto não haverá a participação da violoncelista Danielle Akta, devido a política de Israel que cancelou os voos saídos do país; 

Luccas Neto: as apesentações do espetáculo Os Aventureiros, que ocorreriam nestes sábado (14) e domingo (15), no KM de Vantagens Hall, foram remarcadas para 11 e 12 de julho;

Turnê Renaissance: o show dos grupos Renaissance e Curved Air, previsto para o dia 22 de março, no Palácio das Artes, foi adiado para  22 de agosto;

Museu dos Quilombos e Favelas Urbanos – Muquifu: a Roda de Conversa - Quilombos – Espaços de Resistência, que aconteceria no dia 14 de março, foi adiada ainda sem previsão de nova data;

Turnê McFly: a banda inglesa, que faria show em Belo Horizonte dia de 21 de março, em comunicado pelo Twitter, avisou que a apresentação será transferida para 3 de outubro;

Festival Na Lagoa: seria realizado neste domingo, dia 15, mas foi adiado e uma nova data ainda será definida;

Centro Cultural Minas Tênis Clube (CCMTC): com o objetivo de conter a disseminação do Covid-19, a assessoria informou que a programação está completamente suspensa até 31 de março;

Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB): como medida de propagação do novo coronavírus o espaço suspendeu as atividades a partir de 16 de março;

Belo Dia: a organização informou que o show do cantor Belo em BH teve a data alterada para 8 de agosto.


Prevenção

Apesar da preocupação iminente da contaminação do Covid-19, a informação passada pelas autoridades governamentais e agentes de saúde é de que não há necessidade de pânico da população.

Para entender melhor e alertar os nossos leitores, o Portal Sou BH conversou com a doutora Marta Elena Scandalo de Freitas, clínica e pediatra, sobre o que fazer para evitar o contágio e ainda aproveitar a programação de cultura e lazer do fim de semana.

De acordo com a especialista, o grupo de risco que exige mais atenção são os idosos e portadores de doenças crônicas como: problemas renais, cardíacos ou que reduzem a imunidade.

Se você não faz parte do grupo de risco, pode ficar tranquilo, mas a médica alerta que em caso de sintomas é necessário procurar ajuda médica, e se for necessário, fazer o isolamento domiciliar. Conheça os sintomas:

·         Febre;

·         Cansaço;

·         Tosse seca;

·         Dores;

·         Congestão nasal;

·         Coriza;

·         Diarreia.

Marta explica que é imprescindível manter o álcool em gel 70% no bolso. Lavar as mãos, sempre que possível, com água e sabão, é fundamental.

 *Matéria está sendo atualizada

Comentários