FecharX

Inhotim e Sala Minas Gerais recebem instalação que usa cerâmica para concerto

Vários locais

Inhotim e Sala Minas Gerais recebem instalação que usa cerâmica para concerto

  • Gratuito

Data

02/08 até 02/08

Sex | 20:30

03/08 até 03/08

Sab | 20:30


Créditos da imagem: Anna Lara/Studio Tertulia
Instalação "Mineral" utiliza mais de 100 peças em cerâmicas acústicas para a apresentação
Instalação "Mineral" utiliza mais de 100 peças em cerâmicas acústicas para a apresentação

Após uma pausa de 5 anos desde a estreia, as cerâmicas voltam a soar e emocionar o público. Uma nova temporada da instalação-concerto “Mineral”, composta por 103 peças em cerâmicas acústicas afinadas com alta precisão, que dão corpo a um instrumento musical de sonoridade única, chega ao estado com apresentações em Inhotim, em Brumadinho, e na Sala Minas Gerais, em Belo Horizonte.

Em Inhotim, o concerto será apresentado em um espaço inédito para espetáculos no domingo (30 de junho), às 15h, com entrada gratuita. Já na Sala Minas Gerais (Rua Tenente Brito Melo, 1090 - Barro Preto), a apresentação acontece na sexta e no sábado (2 e 3 de agosto), às 20h30, com ingressos a preços populares. 

A instalação pode ser entendida como um grande instrumento musical disposto em duas séries de peças em mesas microfonadas, que permite a execução de obras do repertório erudito e popular. Além da instalação, tocada com as mãos, baquetas e arco, a performance de 70 minutos de duração conta com baixo acústico, percussão, sopro, piano e voz.

Sobre “Mineral”

A obra é de autoria do artista plástico Máximo Soalheiro, conhecido como um dos mais importantes ceramistas do país. O artista trabalha em conjunto com o músico e designer de som Pedro Durães, que assina a direção musical do espetáculo “Mineral”, e um grupo de instrumentistas abertos à experimentação de linguagens. 

Para realizar “Mineral”, Máximo se dedicou a pesquisa de materiais, processos de queima e vitrificação, chegando ao material definido para a instalação, o agalmatolito (especificamente a pirofilita), que tem ocorrências maiores em Minas e na China. O ceramista esclarece que se trata do minério que produz sonoridade rica, que se sustenta no ar e com altura definida. 

O concerto reúne ainda os músicos Camila Rocha, Davi Fonseca, João Paulo Drummond, Kristoff Silva, Leandro César, Pedro Durães, Juliana Perdigão e Yuri Vellasco. As apresentações tem no repertório composições de Hermeto Pascoal, Santiago Vazquez, Carlos Aguirre, Steve Reich, Björk, João Donato, Claude Debussy, Ary Barroso e Rafael Martini. Os arranjos foram escritos especialmente para a sonoridade criada pelo conjunto de instrumentos. 

Reportar erro
Encontrou algum erro? Informe para a gente.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com nossa Política de privacidade e nosso Termo de Uso e, ao continuar navegando, você concorda com essas condições.