FecharX

Aqui Pertin: conhecendo o Parque do Avestruz, resort all inclusive perto de BH

O eco resort localizado em Esmeraldas trabalha, desde setembro, com sistema de bebidas e comidas incluídas na diária; confira como foi nossa estadia



Créditos da imagem: Yaya Souza
Main parque avestruz
Yaya & Tiago - Aqui Pertin
04/11 às 12:32
Atualizado em 04/11 às 14:54

Sabe aqueles dias que você precisa se mimar um pouco? Pois bem, eles chegaram pra gente! Aproveitamos o feriadão e nos hospedamos no Parque do Avestruz, um eco-resort all inclusive localizado em Esmeraldas, a 52 km do centro de Belo Horizonte. Dessa vez, a gente deu folga para os tênis, as trilhas e os perrengues e fomos curtir dias de muita mordomia, sol, piscina e bons drinks #aquipertin. Vem saber tudo sobre o Parque do Avestruz com a gente! 

Leia também

Localização e estrutura do Parque do Avestruz

Chegar ao Parque do Avestruz é super rapidinho, já que ele está localizado em Esmeraldas, a 52 km do centro de BH. Para chegar, basta pegar a BR-040 até Ribeirão das Neves e seguir pela MG-432, em Esmeraldas. O trecho dura em torno de 60 minutos e a estrada tem boas condições. 

Chegando ao resort, a primeira impressão é de ser teletransportado para outro mundo. Do atendimento da portaria até a acomodação, tudo é de primeira qualidade e o Parque é muito lindo. São mais de 400 mil m², com 74 quartos - muito confortáveis - e uma super estrutura com piscinas adulto e infantil, sauna, academia, cinema, salão de jogos, copa baby, fazendinha, espaço kids, quadras poliesportivas, lagoas para pesca esportiva, spa e muito mais. 

O grande atrativo, claro, fica por conta da Praia do Cerrado: um complexo com cachoeiras artificiais adulto e infantil, sauna, bar molhado e jacuzzi recém inaugurado, que é o grande ponto de encontro para curtir o dia e que dá um charme especial ao Parque do Avestruz. 

Uma outra coisa bem legal de lá é que eles são um eco-resort, isso quer dizer que eles atuam em diversas iniciativas para reduzir o impacto do estabelecimento no meio ambiente, como não utilizar plástico de uso único no hotel, como garrafinhas de água descartáveis, plantar uma árvore a cada três toalhas que são poupadas de lavagens desnecessárias, possuir aquecimento solar, preservar a mata nativa e garantir a autoprodução de parte dos alimentos consumidos. 

“E o all inclusive, tem tudo mesmo?”


Acredito que essa foi a pergunta que a gente mais respondeu sobre esta viagem. SIM, tem tudo mesmo! No formato adotado pelo Parque do Avestruz desde setembro de 2021, todas as refeições, lanches, petiscos, sobremesas e sorvetes e bebidas alcoólicas e não alcoólicas estão inclusas no valor da diária. E a gente só para de comer e beber quando cansa mesmo! São 4 bares, 2 restaurantes e 1 cafeteria espalhados por todo o resort. A qualquer momento do dia é possível encontrar ao menos um ponto de consumo disponível. 

O serviço é surpreendente e muito farto. O que mais nos impactou foi a variedade de pratos nos buffets de café, almoço e jantar. Não é all inclusive de batata frita e mandioca não… a gente comeu risoto de camarão, bacalhoada, picanha, salmão, polenta, caldos, uma variedade enorme de saladas e sobremesas deliciosas... só de lembrar dá vontade. Particularmente, achamos que ‘deixou no chinelo’ até alguns resorts de Cancun que conhecemos. 

dica #aquipertin: no open bar é servido chopp Brahma, drinks, vinhos e destilados com bebidas nacionais, mas existe uma opção de pagar R$150 a mais por dia pelo Espaço Privilege e adicionar cervejas Wals e Heineken e bebidas importadas no seu all inclusive. Além disso, o Espaço Privilege conta com uma área de descanso exclusiva com bangalôs, petiscos gourmet e acesso ao Pub Wals.

“E quanto custa a brincadeira?”

Um pacote para duas pessoas no final de semana fica em torno R$2.290, com entrada na sexta às 16h e saída no domingo às 14h. Já duas diárias durante a semana ficam em torno de R$1.458 para duas pessoas. Crianças até 5 anos são cortesia e crianças de 6 até 12 anos pagam valor adicional que depende se é dia de semana ou fim de semana. 

dica #aquipertin: o legal lá é que os serviços são exatamente os mesmos em dias de semana e finais de semana, então, se conseguir uns dias de férias é uma opção bem mais econômica deixar para conhecer durante a semana. 

“Mas vale a pena mesmo?”


Na nossa avaliação, não é barato, mas o custo-benefício é muito bom! A gente fez as contas (com base nos nossos custos) e um hotel com a estrutura deles sairia em média R$1.200 o fim de semana + R$600 de alimentação (2 almoços e 2 jantares) para o casal + R$200 de entretenimento e bobeiras (um passeio, um sorvete…) e você quase já chega nesse valor, sendo que no all inclusive não tem limitação de consumo e é zero stress!

Uma outra coisa que a gente respondeu bastante foi ‘eu não bebo, ainda sim vale a pena?’. Olha, no nosso ponto de vista sim. Todos os drinks podem ser feitos com a versão sem álcool, além de ter sucos, refrigerante, água com e sem gás, cafés, chocolate quente e milk shake a vontade. Sem contar a comida, que é muito boa!

É aquela coisa, não dá pra fazer todo dia, mas, se couber no orçamento, considere a experiência pelo menos uma vez na vida!

Para saber mais sobre este e outros destinos, siga o @aquipertin no Instagram.