FecharX

Aqui Pertin: dicas para visitar e se hospedar no Santuário do Caraça

Para os que buscam descanso ou aventuras, o Caraça é uma excelente opção para fugir da rotina a 120 km de Belo Horizonte



Créditos da imagem: Tiago Braga/Aqui Pertin
Main caraca1
Vista do Santuário Nossa Senhora Mãe dos Homens
Yaya & Tiago - Aqui Pertin
19/08 às 10:45
Atualizado em 19/08 às 10:45

Caímos na estrada mais uma vez e escolhemos um lugar simplesmente MARAVILHOSO para o nosso segundo roteiro, o Santuário do Caraça. Confesso que a ideia do #aquipertin é trazer roteiros completos, com várias dicas de restaurantes e entretenimento, mas o Santuário por si só já vale o roteiro inteiro para o fim de semana. Confie em mim, você não vai querer sair de lá!

O complexo Santuário do Caraça, ou só Caraça para os íntimos, é uma instituição católica, colégio e seminário que recebeu ilustres visitantes, centro de peregrinação, cultura, educação, turismo e ecologia, reserva de Patrimônio Natural, Patrimônio Cultural do Brasil - tombado em nível federal, estadual e municipal -, escolhido com uma das 7 maravilhas da Estrada Real, e ainda conta com pousada, restaurante, lanchonete, loja e atrativos culturais. Ufa! Um belo currículo, não é mesmo? 

Localização e como chegar

O complexo do Caraça fica localizado a 120 km de Belo Horizonte, nas cidades de Catas Altas e Santa Bárbara, e para chegar, você tem duas opções: a BR-356, passando por Itabirito e Ouro Preto ou a BR-381, passando por Barão de Cocais. Nós seguimos pela BR-381 e levamos aproximadamente 2 horas e 30 minutos para chegar. A viagem é bem tranquila, passando por trechos muito bonitos.  

Ao chegar, o cenário já encanta pelo tamanho e pela beleza. Da portaria até a sede são 12 km de estrada no meio da natureza e a primeira impressão ao descer do carro é ‘UAUUU’. A vista da igreja Nossa Senhora Mãe dos Homens, construída por volta de 1770, em meio aos coqueiros e jardins, é amor à primeira vista.

Hospedagem

Nós nos hospedamos no Hotel do Caraça, dentro do complexo histórico, que possui 54 quartos com hospedagem total para até 230 pessoas e o valor da hospedagem gira em torno de R$450,00 a diária para casal no final de semana. Seguindo os protocolos da COVID-19, durante a pandemia, o Caraça está trabalhando com capacidade limitada e concentrando as hospedagens apenas no Hotel, aos finais de semana, o que fez com que a agenda de 2021 se esgotasse rapidamente. A boa notícia é que a agenda de 2022 está aberta e aceitando reservas. 

Passear pelas alas do hotel, fundado em 1774 para ser uma Casa de Hospedagem para a acolhida de peregrinos e visitantes e reativado como Pousada a partir da década de 1970, tem gosto de história. Os quartos são simples, mas super bem equipados, a cama e o chuveiro também são ótimos. Uma coisa interessante é que os quartos não possuem televisão, mas, acredite, o Santuário oferece tantos atrativos que você não vai sentir falta!


Dica #aquipertin: As suítes 101 e 102, chamadas de Suítes Imperiais, receberam Dom Pedro II e sua esposa na viagem que fizeram ao Caraça em 1881. Em seu diário ele cita que “(...) só o Caraça paga toda a viagem a Minas”. E paga mesmo! Não é atoa que o Santuário do Caraça ajuda Minas Gerais a figurar no ranking das 10 regiões mais acolhedoras do mundo, pelo Traveller Review Awards 2021 do Booking.

Gastronomia

As diárias no Caraça possuem o sistema de pensão completa, então, o café da manhã, almoço e jantar são inclusos no valor da hospedagem. 

Tudo é delicioso e com muita fartura. A culinária do Caraça é essencialmente mineira e grande parte do que vai à mesa é produzido lá mesmo. Da horta, saem 65 espécies de plantas alimentícias não convencionais (PANC’S), legumes, verduras e temperos. Do pomar, as frutas são a base para doces, geleias e bebidas, como os famosos fermentados de uva e jabuticaba Don Viçoso. Outra peculiaridade do Caraça é a produção de hidromel, uma bebida alcoólica fermentada de mel e água, que é produzida respeitando todas as tradições do santuário.

Da Fazenda do Engenho sai o leite para a produção dos tradicionais doces de leite e queijo curado do Caraça e que está presente na receita de diversos bolos, biscoitos e quitandas.- Vocês têm que provar!


Separe um tempo da sua viagem para aproveitar o café da manhã e degustar todas as delícias do buffet! É no café que você vai conhecer o famoso e tradicional Brocojó, um pão com recheio de ricota, açúcar, canela e frutas cristalizadas que atravessa gerações, experimentar diversas quitandas e provar mais de 10 sabores de biscoitinhos feitos artesanalmente dentro do Caraça. 

Dica #aquipertin: Conversamos com a Verinha, responsável por produzir todas as delícias da padaria do Caraça, e ela indicou dois biscoitinhos que você tem que provar: o de café e maracujá. Ah, você também pode levar todas as delícias do Caraça para a casa, comprando lá na lanchonete.

O almoço e o jantar seguem com o mesmo padrão de gostosuras. As refeições são essencialmente bem mineiras e com o gostinho de comida de casa. Então, se prepare para muito frango com quiabo, feijão tropeiro, angu, tutu, carne de panela... ah, e para quem ainda quer seguir a dieta, a horta garante uma grande variedade de legumes e verduras bem fresquinhas.

O que fazer no Caraça?

Com mais de 12 mil hectares de Mata Atlântica, Campos Rupestres e Cerrado, digamos que não faltam opções para preencher a sua estadia no Caraça. A primeira coisa que fizemos ao chegar foi pegar todos os mapas, criar um roteiro com os nossos atrativos favoritos - já aviso, não foi uma missão muito fácil. O Caraça tem opções para todos os gostos e ânimos: entre trilhas e cachoeiras são mais de 40 atrativos naturais, além de museus, igrejas e a famosa ‘hora do lobo’.

Caminhar, caminhar, caminhar

Primeiro, é necessário entrar no clima do Caraça. Os passarinhos cantam bem cedo e, após o café da manhã, o mais gostoso é aproveitar a natureza. São muitas opções de trilhas de baixo, médio e grande esforço, que levam a cenários deslumbrantes. Para ver todas as opções, confira o site oficial.

Dica #aquipertin: selecione no mapa os pontos que gostaria de conhecer e, antes de cair na estrada, passe no Centro de Visitantes. Lá você terá orientações do esforço e condição de cada trilha, dicas dos melhores trajetos e vai ganhar bastante tempo com um roteiro mais organizado.

Nós optamos por conhecer 4 lugares em especial: Capelinha, Cascatinha, Banho do Belchior e o Cruzeiro.

Dica #aquipertin: Deixe para visitar o Cruzeiro no final da tarde, já que sol se põe de frente para o Santuário, deixando ele e as suas fotos ainda mais bonitas. Só tome cuidado para não se esquecer do relógio e volte antes que o sol se ponha por completo… descer no escuro não é uma boa opção. 

A Hora do Lobo

Confesso que esse momento era o meu mais esperado e foi melhor do que eu imaginava, viu? A Hora do Lobo é a tradição de aguardar a visita do lobo-guará à noite. Eles colocam bandejas com carne no adro da igreja desde 1982 e o lobo sobe até lá para comer.

Importante ressaltar que o lobo não é domesticado e que o fato de colocar a comida na igreja não interferiu o hábito de caça dele, e, sendo assim, não é garantido que ele aparecerá. Em algumas noites ele não aparece ou aparece apenas no fim da madrugada, mas pense positivo porque, conforme nos falaram, é muito difícil ele não aparecer.

Dica #aquipertin: Essa é a hora que você compra um vinho no barzinho, coloca uma roupa quentinha - se for inverno, beeeeeeem quentinha, senta na escadinha da igreja, conhece as pessoas e esquece do relógio. Essa combinação já garante uma noite muito agradável, mas, com certeza, a presença do lobo-guará a deixará inesquecível.

Nós tivemos muita sorte e ele apareceu nas duas noites em que nos hospedamos. Nossa, é um momento muito incrível. O lobo é enorme, lindo, mas muito arisco, por isso, é importante um ambiente calmo para que ele se sinta confortável. Com certeza, uma experiência única! 

Museu e Biblioteca

O museu, montado sob as ruínas do que restou do incêndio do Colégio Caraça em 1968, reúne mobiliários e artefatos diversos de uso diário, pertencentes ao próprio Caraça e com algumas peças remanescentes de séculos passados. Através dele, você viaja no tempo para entender mais sobre a história do complexo e do colégio que lá existiu. Dentro do Museu fica também a biblioteca histórica, que reúne um acervo de mais de 25 mil livros históricos de diversos séculos, incluindo o mais antigo, de 1489. 

Passe o dia no Santuário do Caraça

O Caraça é um lugar incrível para curtir o fim de semana, mas, caso você não queira esperar a agenda de 2022 para conhecer o local, uma boa dica é agendar uma visita e sentir de perto todas as maravilhas que o Caraça pode oferecer. 

De segunda a sexta-feira, o ingresso é R$20,00 por pessoa. Já aos finais de semana, feriados e datas comemorativas, o valor é R$30,00. As visitas precisam ser agendadas previamente na Central de Reservas, por WhatsApp (31 98978-3180) ou e-mail centraldereservas@santuariodocaraca.com.br. O Caraça funciona todos os dias de 8h às 17h

Você já foi ao Caraça? Compartilhe a sua experiência através das nossas redes sociais! Ah, e para conferir detalhes da viagem ao Caraça e outros destinos, siga o @AquiPertin no Instagram