Procurador do estado que cuspiu em mulher no cinema é diretor do Minas Tênis

Homem foi filmado tentando agredir funcionária por causa de pipoca; clube não se manifesta

Créditos da imagem: Reprodução Internet
Procurador da Advocacia-Geral de Minas Gerais e diretor do Minas Tênis Clube é filmado cuspindo em funcionária por balde de pipoca
Pedro Grossi
10/07 às 13:05
Atualizado em 10/07 às 20:45

O procurador da Advocacia-Geral de Minas Gerais filmado pelas câmeras de seguranças do Diamond Mall cuspindo em uma funcionária do cinema, na noite desta segunda-feira (8), também é diretor jurídico no Minas Tênis Clube. Procurado pela reportagem, o clube disse que não iria se manifestar pelo fato do episódio não ter relação com o clube. 

Continua depois da publicidade

Briga por pipoca

Em ocorrência registrada pela Polícia Militar, a funcionária, de 25 anos, relatou ter sido quase agredida pelo homem, que exigia ser servido dentro da sala de cinema por ter comprado a pipoca no modelo refil. A exigência foi negada, já que as regras do cinema não preveem esse tipo de ação e a pipoca deveria ser retirada pelo cliente no balcão da lanchonete.  

Ainda segundo o relato à polícia, o homem começou a filmar a funcionária, para tentar constrangê-la, e tentou agredi-la por três vezes, até cuspir na cara dela. O gerente do estabelecimento chamou a polícia, mas o homem deixou o local às pressas. 

Leia mais

Homem que tentou agredir funcionária de cinema em BH foi identificado pelo CPF