FecharX

Justiça de BH autoriza casamento homoafetivo

<p>Casal teve autorização na última sexta-feira (22)</p>



Créditos da imagem:
Main grey
Redação Sou BH
12/08/14 às 10:38
Atualizado em 01/02/19 às 16:58

A Justiça acaba de autorizar o primeiro casamento civil de um casal homoafetivo em Belo Horizonte. A decisão foi publicada na última sexta-feira (22) no Diário Oficial de Minas Gerais. O consultor de negócios Carlos Eduardo Guimãraes de Oliveira, 31 anos, e o analista de TI Jorge Chediack Miguel, 30, vão se casar no dia 16 de abril.

Em entrevista ao Jornal Estado de Minas, eles contaram que tudo vai acontecer de forma tradicional - vão adotar os sobrenomes um do outro (Chediack e Oliveira) e vão se casar no regime de comunhão total de bens. Como padrinhos e testemunhas, terão amigos e parentes. E claro, como todos os casais, fazem planos para o futuro, como comprar imóveis e viajar. Já a adoção de filhos ainda não está nos planos.

Segundo Eduardo e Jorge, eles foram orientados a oficializar a união em outra cidade de Minas Gerais, como Manhuaçu, onde o casamento gay já é aceito. A cidade, inclusive, teve o primeiro casamento homossexual com registro civil no estado. Entretanto, Eduardo contou que fazia questão de se casar na sua cidade natal.

Esse é o primeiro caso de casamento civil homoafetivo na capital mineira a se tornar público desde que o Supremo Tribunal Federal (STF) equiparou a união homossexual à heterossexual, em maio de 2011. Em outras capitais, como Rio de Janeiro e São Paulo, autorizações semelhantes vêm sendo concedidas há um ano e meio.

Informações do Jornal Estado de Minas

Comentários